Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

IMPLEMENTAÇAO DE UM PROGRAMA DE EDUCAÇAO EM SAUDE AMBIENTAL PARA A REDUÇAO DA EXPOSIÇAO A SUBSTANCIAS DESREGULADORAS ENDOCRINAS EM GESTANTES

Resumo

O aumento do uso de produtos industrializados, como plásticos, alimentos processados e cosméticos, tem sido discutido na comunidade científica em razão da alta exposição da população a agentes químicos potencialmente danosos utilizados na composição desses produtos. Dentre eles, destacam-se os chamados desreguladores endócrinos, substâncias capazes de alterar o sistema endócrino e reprodutivo humano. O Estudo Curitibano de Investigação do Ambiente e Reprodução (CUIDAR) foi delineado com o objetivo de investigar a exposição de gestantes a alguns desses agentes químicos e sua influência em desfechos gestacionais e neonatais, com ênfase em alterações reprodutivas. Para tanto, ao longo da gestação são aplicados três questionários, que incluem perguntas sociodemográficas, sobre hábitos de vida, dieta e uso de cosméticos, produtos plásticos e medicamentos. Estas gestantes participam de um programa de educação em saúde ambiental logo após o primeiro questionário, mediado pelo pesquisador e com apoio de material visual (folder desenvolvido pelos membros do estudo), que contém informações e medidas práticas para reduzir o contato com esses agentes químicos. Neste trabalho, comparamos as respostas das gestantes em relação a percepção de risco, bem como possíveis mudanças de hábitos entre o primeiro questionário (logo antes do programa de educação) e o terceiro questionário (após a aplicação do programa). Houve mudança no conhecimento dos códigos de reciclagem de plásticos, relacionados com a composição da matriz plástica, incluindo desreguladores endócrinos, com um maior número de gestantes reportando conhecimento dos códigos no terceiro questionário (48,8%) em relação ao primeiro (11,9%). Da mesma forma, mais gestantes no terceiro questionário (79%) reportaram que é possível minimizar a exposição a agentes químicos por meio de mudanças de hábitos, em relação ao primeiro questionário (61%) Não houve mudanças significativas em relação a alguns hábitos de consumo, como o uso de produtos orgânicos/livres de agrotóxicos e o uso de embalagens plásticas para embalar alimentos. Desta forma, a implementação do programa de educação teve um impacto positivo no conhecimento de fatores relacionados a exposição a agentes químicos, porém, ainda houve resistência dessa população para mudar hábitos relacionados ao consumo de produtos que contém desreguladores endócrinos.

Palavras Chave ( separado por ; )

Educação Ambiental; Educação em Saúde; Desreguladores Endócrinos; Disruptores Endócrinos;

Área

Ciência Básica

Instituições

Universidade Federal do Paraná - Departamento de Farmacologia - Parana - Brasil, Universidade Federal do Paraná - Departamento de Fisiologia - Parana - Brasil

Autores

Mariana Regina Rompkovski, Juliana Machado Franco, Amanda Atuati Maltoni, Marcella Tapias Passoni Pereira da Silva, Vitória Aline Santana Rios, Daniele Cristine Krebs Ribeiro, Anderson Joel Martino Andrade